Mais Alimentos Internacional

Mais desenvolvimento para Moçambique

O desenvolvimento da agricultura familiar de Moçambique, na África, recebe novo reforço, por meio das máquinas brasileiras comercializadas pelo Programa Mais Alimentos Internacional, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Com a chegada do último lote, com 40 tratores, o programa encerra a primeira etapa (tranche) das entregas. Ao todo, foram entregues 513 equipamentos, somando investimento U$ 32 milhões – cerca de R$ 120 milhões.

Encontro da indústria com o campo

Cidade de São Paulo, maior metrópole do país. Para um público de mais de 150 executivos da indústria de máquinas e implementos agrícolas, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) apresentou dados que provam que dá certo apostar na agricultura familiar.  O Mais Alimentos, programa de incentivo para a produção e compra de máquinas apropriadas a pequenas propriedades rurais, financiou cerca de 30% dos 64 mil tratores produzidos no país em 2014.  

Máquinas brasileiras fortalecem agricultura internacional

Buscando estreitar relações e aprimorar a experiência do Mais Alimentos Internacional, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, recebeu, nesta segunda-feira (31), embaixadores e representantes dos seis países que já participam do programa: Gana, Moçambique, Senegal, Quênia, Zimbábue e Cuba. O clima do encontro foi de boas notícias, uma vez que todos eles tiveram as operações de compras aprovadas pelo Comitê de Financiamento e Garantia das Exportações (Cofig) este mês.

Mais máquinas brasileiras em Cuba

Mais de 400 tratores, 300 plantadeiras, 100 arados, além de ordenhadeiras, tanques resfriadores e sistemas de irrigação - produtos de alta tecnologia e alto valor agregado, produzidos no Brasil, serão exportados para Cuba. A compra realizada pelo governo cubano deve superar US$ 19 milhões, o que representa mais de R$ 68,5 milhões.

Mais Alimentos Internacional estimula exportação de empresas brasileiras de pequeno porte

Além de colaborar com o fortalecimento rural de outros países e estimular significativamente o parque industrial nacional de máquinas e equipamentos agrícolas, o programa Mais Alimentos Internacional dá a oportunidade a empresas brasileiras de pequeno e médio porte de exportarem seus produtos. Entre essas indústrias temos como exemplo a produtora catarinense, Triton.

Tratores brasileiros vão contribuir para o desenvolvimento rural de Moçambique

Máquinas brasileiras, comercializadas pelo Programa Mais Alimentos Internacional do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), vão contribuir para o desenvolvimento da agricultura familiar de Moçambique. Já foram enviados para o país africano cerca de 250 tratores, em 84 contêineres. A chegada está prevista para março.

Outras máquinas e implementos agrícolas serão enviados. Ao todo, 513 tratores sairão do Brasil com destino Moçambique nesta primeira etapa (tranche).

Sead promove seminário sobre agricultura familiar em Moçambique

Nesta semana, entre os dias 13 e 15 de setembro, a capital de Moçambique, Maputo, sediou o Seminário Nacional sobre Caracterização e Cadastro da Agricultura Familiar, promovido pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), por meio por meio da iniciativa Sead e FAO - Escritório Regional da África. 

Agricultor, vamos exportar?

Vender para o mercado internacional sempre foi uma realidade distante das pequenas empresas. Mais ainda do agricultor familiar. A novidade é que o Plano Nacional de Exportações (PNE) 2015-2018, lançado em junho pelo Governo Federal, vai ajudar os brasileiros, entre eles os agricultores familiares, a superarem as dificuldades que impedem o acesso ao mercado externo.

Páginas

Ir para o Topo