Sipaf: valorização da produção da agricultura familiar

Crédito da fotografia: 
Dinho Souto / Ascom Sead

 

Em agosto, foi entregue pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), no Rio de Janeiro, a permissão 2 mil do Selo de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (Sipaf). O Selo é um importante ator social por dar visibilidade às empresas e aos empreendimentos que promovem a inclusão econômica e social dos produtores. Já beneficiou mais de 150 mil agricultores familiares do país. A secretária da Coordenação-Geral de Diversificação Econômica Apoio à Agroindústria e Apoio à Comercialização (CGDE) da Sead, Juliana Pereira Gomes, 32 anos, é uma das responsáveis pela inserção dos agricultores familiares à política e conta como o trabalho é realizado:

Qual a relevância do Sipaf para os agricultores?

É de suma importância, principalmente, por ser um reconhecimento da agricultura familiar na sociedade. O Selo identifica o produto vindo do agricultor. E o valor é grande tanto para o produtor, quanto para nós, consumidores, que escolhemos o que consumir.

Como é seu trabalho com o Selo?

Agora com o SEI, eu recebo os processos de solicitação dos agricultores, associações, cooperativas e/ou empresas e analiso as documentações necessárias. Se houver alguma dúvida, entro em contato direto com eles. Se estiver tudo ok, preparo a documentação para o Secretário assinar e dar a permissão do uso do Selo para aquela pessoa. Depois disso, vai para a Assessoria de Documentação e Logística (ADL) para a publicação da permissão no diário oficial.

É só pelo diário oficial que eles ficam sabendo que podem fazer o uso do Selo?

Não. Quando recebemos a decisão já publicada, entramos em contato via e-mail informando que ele já pode fazer uso da imagem em seus produtos, também enviamos o material eletrônico com a arte do selo e manual de uso da imagem e posteriormente enviamos a permissão pelo correio. Caso o permissionário não tenha e-mail, enviamos somente pelo correio ou se houver alguma programação de evento no estado é feito a entrega para o permissionário no evento. E em algumas situações eles nos procuram. Eles ficam satisfeitos e isso nos dá uma satisfação muito grande, porque é um trabalho simples desenvolvido por nós, mas para os agricultores tem um valor enorme.

Qual é a previsão de entrega de Selos até o final de 2017?

No ano passado, entregamos pouco mais de 450 Selos. E, este ano, a divulgação está sendo muito grande por conta das oficinas realizadas e a boa comunicação com as Delegacias da Sead. Ou seja, para este ano, estipulamos a meta de mil emissões e já alcançamos 502 permissões. A lista de solicitações cresce a cada dia, o que nos deixa otimistas quanto ao planejado.

 

Mariana Guedes
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Assessoria de Comunicação
Contatos: (61) 2020-0128 / 0127 e imprensa@mda.gov.br

 

Nome do entrevistado: 
Juliana Pereira Gomes
Ir para o Topo