SAF

O Selo Combustível Social é um componente de identificação criado a partir do Decreto Nº 5.297, de 6 de dezembro de 2004, concedido pelo MDA ao produtor de biodiesel que cumpre os critérios descritos na Portaria nº 337, de 18 de setembro de 2015. O Selo confere ao seu possuidor o caráter de promotor de inclusão social dos agricultores familiares enquadrados do Pronaf

A concessão do direito de uso do Selo Combustível Social permite ao produtor de biodiesel ter acesso as alíquotas de PIS/Pasep e Cofins com coeficientes de redução diferenciados para o biodiesel, que varia de acordo com a matéria prima adquirida e região da aquisição, incentivos comerciais e de financiamento. 
 

Como contrapartida destes benefícios o produtor assume algumas obrigações descritas na Portaria nº 512, de 5 de setembro de 2017, a destacar:

• Adquirir um percentual mínimo de matéria prima dos agricultores familiares no ano de produção de biodiesel;

• Celebrar previamente contratos de compra e venda de matérias primas com os agricultores familiares ou com suas cooperativas e com reconhecimento de firma em cartório ou declaração da entidade representativa da agricultura daquele município e/ou estado;

• Assegurar capacitação e assistência técnica a esses agricultores familiares contratados;

 

Para conferir os produtores de biodiesel que possuem a concessão de uso do Selo Combustível Social ver: 

Empresas com Selo Combustível Social - Atualizado em 12 de maio de 2017

Para conferir os números da inclusão produtiva da agricultura familiar e o balanço do Selo Combustível Social ver: 

Cartilha do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) - inclusão social e desenvolvimento territorial - até 2010

Acompanhamento dos Resultados: Sistema de Informações para o Município

Balanço do Selo Combustível Social

 

Ir para o Topo