Produtores de morangos do RJ recebem os primeiros Selos Nacionais da Agricultura Familiar

quarta-feira, 19 Dezembro, 2018 - 17:15
Ascom Sead

A Associação dos Agricultores Familiares Produtores de Morango (Amorango), de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro, tornou-se o primeiro empreendimento produtivo da agricultura familiar em todo o país a utilizar o Selo Nacional da Agricultura Familiar (Senaf).

Isso possibilitará à Amorango exibir nas embalagens dos alimentos que produz o novo símbolo criado, em novembro deste ano, pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), para atestar a autenticidade e a procedência dos produtos da agricultura familiar brasileira.

Com cerca de 600 toneladas de morangos produzidas por ano, a Amorango é composta por 40 famílias de agricultores familiares de Nova Friburgo e vende sua produção para mercados, confeitarias, ou em feiras livres, in natura ou processada na forma de doces e polpas.

Agora toda a linha de produtos daquela associação exibirá o selo nas embalagens, apresentando o número de série específico do alimento, a data de expedição e o estado onde o alimento foi produzido.

O novo Selo Nacional da Agricultura Familiar chega para dar mais visibilidade à economia rural, difundindo e consolidando a marca da agricultura familiar brasileira e contribuindo diretamente para a valorização dos homens e mulheres que nela trabalham.

“O Senaf proporciona o reconhecimento da produção, criando competitividade para os produtos da agricultura familiar, agregando valor e gerando emprego e qualidade de vida para o homem no campo”, resumiu o subsecretário de Agricultura Familiar da Sead, Humberto Thomé, sobre a contribuição do selo para os agricultores familiares.

Cada selo possuirá ainda um código QR, por meio do qual o consumidor poderá acessar, pelo smartphone, dados adicionais sobre o produto, como o nome da associação ou cooperativa responsável e demais especificações técnicas do alimento certificado pelo Senaf.

Qualidade atestada

Atentos à qualidade dos alimentos que levam aos consumidores, os agricultores da Amorango fazem do zelo pelo cultivo e processamento de produtos saudáveis, uma meta permanente e diferencial competitivo no mercado da agricultura familiar.

Seguindo técnicas agroecológicas, os pequenos produtores cultivam as frutas em sistema semi-hidropônico e suspensas em arcos, portanto, sem contato com o chão, o que diminui a incidência de pragas e reduz ao mínimo a utilização de defensivos.

Para o presidente da associação, Fernando Hottz, foi justamente a preocupação com a qualidade dos alimentos que despertou o interesse dos produtores em associar a marca da Amorango ao Senaf.

"Poder exibir o Senaf em nossas embalagens nos deixa muito felizes porque ele assegura a qualidade dos nossos produtos. Por meio do selo os consumidores poderão consultar a origem dos nossos alimentos e atestar o cuidado como nós os produzimos.", disse Hottz.

Mais renda

A agregação de valor econômico aos produtos também foi um atrativo levado em conta pelos produtores da Amorango ao associar o conceito de alimentação saudável, natural e sustentável, naturalmente atribuído à agricultura familiar, e cada vez mais valorizado pelo mercado consumidor.

"Os consumidores estão muito atentos à qualidade dos alimentos e à maneira como são produzidos. E um número sempre maior de consumidores vem reconhecendo e valorizando isso. Por isso o Senaf significa alimento mais saudável para quem compra e mais renda para o produtor”, afirmou o presidente da Amorango.

Vitrine para a Agricultura Familiar

Paralelamente ao Senaf, outra ferramenta lançada pela Sead para divulgar a agricultura familiar e os produtores ligados à pasta é a “Vitrine da Agricultura Familiar” (www.vitrine.mda.gov.br), plataforma web para contato entre os pequenos produtores familiares e os consumidores, a qual permite a rastreabilidade de produtos; a consulta a um catálogo de hortifrútis, cereais, bebidas e laticínios, entre outros produtos certificados; além de uma interface para a solicitação do Senaf pelos agricultores familiares interessados, informações e outros serviços.

 

Sidney Dantas
Delegacia Federal de Desenvolvimento Agrário do Rio de Janeiro (DFDA-RJ)
Assessoria de Comunicação
Contatos: (61) 2020-0122 / 0123 e imprensa@mda.gov.br

Ir para o Topo