O Secretário

quinta-feira, 28 Fevereiro, 2019 - 14:45

FERNANDO SCHWANKE

Titular da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Henrique Kohlmann Schwanke é natural de Porto Alegre (RS). Engenheiro florestal formado em 1988 pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), participou, durante um ano, de estágios profissionalizantes na Direção Florestal de Stuttgart/Alemanha, no Instituto de Pesquisas Florestais da Áustria e no Ministério da Agricultura da Espanha.

Seu currículo conta com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Dom Cabral - BH, Pós-MBA em Administração de Empresas pela Kellogg Management School e formação técnica em Gestão da Qualidade pela Universidade de Aachen da Alemanha.

Além de uma carreira desenvolvida no gerenciamento de Projetos, Qualidade e Inovação de Processos e Produtos em cadeias agroalimentares, possui conhecimento das realidades municipais adquirido durante sua gestão como prefeito de Rio Prado (2013-2016) e como secretário de Agricultura dos municípios de Santa Cruz (1988-1996) e Rio Pardo (1997-1999), ambos no Rio Grande do Sul.

Casado e pai de três filhas, desde 1999 atua como consultor do Sebrae para certificações. Com vasta experiência no desenvolvimento de metodologias de educação, é um dos autores das técnicas nacionais de capacitação rural e qualidade total rural do Sebrae, tendo repassado seus métodos a profissionais de 11 estados brasileiros (Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Acre, Rondônia e Pará).

Foi consultor da Organização das Nações Unidas para a Agricultura (FAO), entre 2017 e 2018, quando se dedicou a elaboração do método de registro de Marcas Coletivas para produtos da agricultura familiar que fazem parte dos projetos de venda de alimentos para programas governamentais.

Exerceu cargo de superintendente regional da Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, atuando na gestão dos projetos de recuperação ambiental das minas de carvão, de mapeamentos geológicos e de sistema de alertas hidrológicos de bacias hidrográficas. 

Hoje, à frente da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke vai atuar junto aos pequenos e médios produtores rurais, fomentando políticas públicas de agregação de valor e inserção no mercado.

“Dos alimentos consumidos no Brasil, grande parte vem da agricultura familiar. Podemos dizer que o agronegócio brasileiro sem as pequenas e médias propriedades rurais equivale ao urbano sem as micro e pequenas empresas. É uma área extremamente importante para a economia do País, representando 25% do Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio. Por isso, vamos implantar e reformular ações sempre com foco no fortalecimento do agricultor familiar e do cooperativismo, na promoção do desenvolvimento sustentável, da segurança alimentar e geração de emprego e renda”, destaca Schwanke.

 

 

 

Ir para o Topo