Ministro Rossetto prestigia conferência internacional de mulheres rurais em Brasília

terça-feira, 11 Novembro, 2014 - 15:15

Até amanhã (12), 110 participantes de 25 países discutem o protagonismo feminino na agricultura familiar durante a Conferência sobre Mulheres Rurais da América Latina e Caribe, em Brasília. Na manhã desta terça-feira (11), o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Miguel Rossetto, prestigiou e evento e ressaltou que uma sociedade igualitária é fruto da luta das mulheres pelo acesso a direitos.

Segundo o ministro, o Brasil avançou no compromisso com a organização produtiva das mulheres e com a igualdade de gênero no campo ao destinar políticas específicas para elas, como programas de documentação básica gratuita, acesso à terra, e a obrigatoriedade de atendimento de 50% dos serviços de assistência técnica para agricultoras familiares. “No meio rural brasileiro há um crescimento muito grande dessa luta pela igualdade de direitos. Aqui está parte dessas mulheres combatentes, lutadoras, que tem liderado essa jornada muito importante para o mundo”, ressaltou Rossetto.

Encontro internacional

A Conferência sobre Mulheres Rurais da América Latina e Caribe no Ano Internacional da Agricultura Familiar é promovida pelo Governo Federal em parceria com a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), a Comunidade dos Estados Latinoamericanos e Caribenhos (Celac), a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Reunião Especializada sobre Agricultura Familiar do Mercosul (Reaf/Mercosul).

O encontro ocorre até quarta-feira (12), no Palácio do Itamaraty, na capital do País. Desde segunda (10), os participantes discutem avanços, desafios e diretrizes para a promoção de políticas para as mulheres rurais nos países latinoamericanos e caribenhos.

Leia também: Representantes de 25 países discutem avanços e desafios das políticas para mulheres

 

Gabriella Bontempo

 

Ir para o Topo