Edital aberto para formulação de metodologias de Ater específicas para a juventude

sexta-feira, 2 Março, 2018 - 14:45
Paulo Henrique Carvalho

Com o objetivo de realizar um estudo sobre o perfil socioeconômico e de acesso às políticas públicas da juventude rural, bem como elaborar e divulgar metodologias de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e de formação de agentes adequadas para o público jovem, considerando a sua diversidade, a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), por meio do Projeto de Cooperação Técnica BRA/IICA/13/003, lançou, no último dia 28, por intermédio do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), o edital para participar do certame conforme condições estabelecidas para contratação de pessoa jurídica.

As propostas dos licitantes deverão ser entregues até a dia 2 de abril de 2018, às 15h, na SHIS QI 05 Chácara 16, Lago Sul – CEP 71.600-530, Brasília - DF, quando e onde ocorrerá a reunião de recebimento e a abertura de propostas para o certame. Para acessar na íntegra o edital, clique aqui.
 

Sobre o Projeto
O êxodo da juventude rural apresenta-se como um sério risco à continuidade da produção agrícola familiar e, consequentemente, à oferta de alimentos saudáveis para o conjunto da população brasileira, consistindo, portanto, num problema grave para a segurança e a soberania alimentar em nosso país. Impacta diretamente também as cidades, com o inchaço dos centros urbanos e alteração análoga de suas dinâmicas socioeconômicas e culturais.

Se faz necessário que a Sead busque qualificar a prestação de Ater para jovens por meio de um estudo que apresente o perfil socioeconômico e de acesso às políticas públicas da juventude rural com titularidade da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), bem como proponha, a partir de uma análise crítica de iniciativas em vigor no país, metodologias adequadas de Ater e de formação de agentes para atuar com a juventude.

Segundo Jana Romanin, coordenadora-geral de Políticas para Mulheres Rurais, Juventude, Povos e Comunidades Tradicionais, a Ater é fundamental para potencializar o desenvolvimento local e a sucessão rural, impulsionando a produção, a comercialização e o acesso às políticas públicas pela agricultura familiar. Mas existem especificidades nos públicos atendidos pela Ater, e esse edital tem por objetivo qualificar os serviços de Ater prestados para o público jovem, que é diverso e necessita de metodologias específicas para o seu atendimento. “Com isso, estaremos contribuindo para a promoção da sucessão rural na agricultura familiar, garantindo condições para que a juventude possa permanecer no campo e, consequentemente, para a continuidade desse modelo de produção e de vida, grande responsável pela produção de alimentos saudáveis no campo. É uma questão estratégica para o país", enfatiza.

O objetivo principal é disponibilizar à sociedade metodologias de Ater e de formação de extensionistas específicas para a juventude rural, além de uma plataforma digital que reúna os resultados dessa pesquisa e informações sobre o acesso às políticas públicas voltadas para a juventude rural.


Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Contatos: (61) 2020-0120 e imprensa@mda.gov.br

Tags da notícia: 
Ir para o Topo