Com certificado de origem

quarta-feira, 22 Julho, 2015 - 18:30
Foto: Albino Oliveira/MDA

Em visita à região sudoeste do estado de São Paulo, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, entregou nesta quarta-feira (22), no Assentamento Reunidas, em Promissão, selos da agricultura familiar para sete empreendimentos paulistas. O MDA já concedeu, até o momento, mais de mil Selos de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (SIPAF), para empreendimentos individuais, associações e cooperativas. São mais de 9,5 mil produtos reconhecidos em todas as regiões do Brasil. No total, mais de 100 mil agricultores familiares foram beneficiados.

Durante a solenidade, Patrus Ananias reafirmou o compromisso do Governo Federal de assentar todos os acampados até o final de 2018 e de incentivar a produção de alimentos saudáveis. "Nós estamos empenhados em estimular o cooperativismo. É muito difícil um agricultor familiar sobreviver sozinho, numa sociedade competitiva como a nossa. Por isso é fundamental estimular a agroecologia, para agregar valor, para melhorar a produção dos agricultores e, com isso, ampliar a comercialização".

Para o prefeito de Promissão, Hamilton Luís Foz, a presença do ministro no município demostra, claramente, que o Governo Federal valoriza a agricultura familiar e a reforma agrária. "O selo possibilita ampliar o mercado e melhorar a produção. Hoje, o município de Promissão pode ser considerado a capital nacional do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos)”, disse o prefeito.

Na avaliação do presidente da Cooperativa de Agricultores Familiares de Itararé (Coafai), José Roberto Ferraz, o selo da agricultura familiar agrega valor aos mais de 50 produtos que a cooperativa produz. "Para nós é motivo de muita alegria e satisfação porque o selo consolida a qualidade da nossa mercadoria. Nós representamos 580 famílias em Itararé (SP). Então, a partir de agora, nós estamos oficializados a usar o selo da agricultura familiar", comemorou.

Durante o evento, o ministro Patrus também assinou dois contratos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), voltados à agroecologia. A iniciativa vai beneficiar 1,8 mil famílias de agricultores e terá investimento de aproximadamente R$ 7 milhões. Serão 1,4 mil famílias de oito municípios da região de Mogiana e 12 municípios do Vale do Paraíba, além de 400 famílias de 18 municípios da Grande São Paulo.

Ainda em SP

No fim da tarde, o ministro seguiu para Presidente Prudente onde se encontrou com representantes de movimentos ligados ao campo do Território da Cidadania do Pontal do Paranapanema. Na ocasião, os líderes dos movimentos apresentaram uma carta manifestação solicitando a criação de uma Universidade Federal Popular. Patrus afirmou que se somará aos esforços para trazer um instituto federal e também a universidade para o território. 

 


Camila Elleres
Ascom/MDA

 

Ir para o Topo