Autoria: Gilles Ferment, Leonardo Melgarejo, Gabriel Bianconi Fernandes e José Maria Ferraz

Edição: Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário - Sead

Ano: 2017

Versão em inglês do livro “Lavouras transgênicas – Riscos e incertezas: Mais de 750 estudos desprezados pelos órgãos reguladores de OGMs”. Este livro tem um formato diferente dos livros convencionais que se propõem a apresentar uma revisão bibliográfica de publicações científicas relativas a determinado tema. Inova ao colocar questionamentos sobre aspectos do debate científico no campo da transgenia para, em seguida, apresentar um elenco de referências bibliográficas que contrariam versões desse debate adotadas por agências reguladoras e divulgadas em campanhas de marketing das empresas produtoras de transgênicos.

 

Lavouras Transgênicas - Riscos e incertezas - Mais de 750 estudos desprezados pelos órgãos - reguladores de OGMs (ePUB)

Autoria: Gilles Ferment, Leonardo Melgarejo, Gabriel Bianconi Fernandes e José Maria Ferraz

Edição: MDA

Ano: 2015

Este livro tem um formato diferente dos livros convencionais que se propõem a apresentar uma revisão bibliográfica de publicações científicas relativas a determinado tema. Inova ao colocar questionamentos sobre aspectos do debate científico no campo da transgenia para, em seguida, apresentar um elenco de referências bibliográficas que contrariam versões desse debate adotadas por agências reguladoras e divulgadas em campanhas de marketing das empresas produtoras de transgênicos.
 

Lavouras Transgênicas - Riscos e incertezas - Mais de 750 estudos desprezados pelos órgãos - reguladores de OGMs (PDF)

Autoria: Gilles Ferment, Leonardo Melgarejo, Gabriel Bianconi Fernandes e José Maria Ferraz

Edição: MDA

Ano: 2015
 

Este livro tem um formato diferente dos livros convencionais que se propõem a apresentar uma revisão bibliográfica de publicações científicas relativas a determinado tema. Inova ao colocar questionamentos sobre aspectos do debate científico no campo da transgenia para, em seguida, apresentar um elenco de referências bibliográficas que contrariam versões desse debate adotadas por agências reguladoras e divulgadas em campanhas de marketing das empresas produtoras de transgênicos.
 

Licenciaturas em Educação do Campo e o Ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do Trabalho Docente Interdisciplinar

Autoria: Mônica Castagna Molina (org.)

Edição: UnB/Ctec, Capes, MEC, MDA

Ano: 2014

As reflexões presentes na publicação integram, simultaneamente, os trabalhos desenvolvidos na formação inicial e continuada de educadores, articulando ações de ensino, pesquisa e extensão a partir do desafio da oferta permanente do curso Licenciatura em Educação do Campo, na Faculdade UnB Planaltina, cujo início se deu em 2007. O texto aborda os principais elementos da matriz formativa do curso e apresenta estratégias articuladas para fortalecer e ampliar as possibilidades de qualificação e formação de educadores do campo.

 

Práticas contra-hegemônicas na formação dos profissionais das Ciências Agrárias: reflexões sobre Agroecologia e Educação do Campo nos cursos do Pronera

Autoria: Mônica Castagna Molina, Clarice Aparecida Santos, Fernando Michelotti e Romier da Paixão Sousa (orgs.)

Edição: UnB/Ctec, Capes, MDA

Ano: 2014

Dividido em duas partes que abordam a questão agrária, a disputa de projetos de campo, e as experiências do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), a publicação integra a pesquisa intitulada “Educação do campo e formação superior: Uma análise de práticas contra-hegemônicas na formação de profissionais da educação e das ciências agrárias nas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Norte”, realizada em conjunto com o Observatório da Educação, da Capes. A pesquisa teve como objetivo aprofundar a compreensão teórica e epistemológica dos cursos de formação de educadores e de profissionais das Ciências Agrárias, bem como compreender desafios e potencialidades da educação no campo com formação em alternância. 

 

Práticas contra-hegemônicas na formação de educadores: reflexões a partir do curso de Licenciatura em Educação do Campo do sul e sudeste do Pará

Autoria: Idelma Santiago da Silva, Haroldo de Souza e Nilsa Brito Ribeiro (orgs.)

Edição: UnB/Ctec, Capes, MDA

Ano: 2014

A coletânea apresenta artigos que integram pesquisa realizada pelo Observatório da Educação, da Capes, em conjunto com UnB, Universidade Federal de Sergipe, Universidade Federal do Pará e Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. A pesquisa, iniciada em 2013, bem como os artigos contidos no livro, oferecem uma análise dos cursos de Licenciatura em Educação do Campo (Ledoc) e, nas Ciências Agrárias, os cursos oferecidos pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). Em ambos os processos formativos, indaga-se de que forma o trabalho pedagógico pode garantir o movimento entre apropriaçãoe produçãodo conhecimento, por meio de uma abordagem que dê conta de compreender e assinalar a importância dos problemas que cercam a educação, o papel do educador e seu compromisso social. 

 

A inserção do tema agrário nas estratégias de desenvolvimento

Autoria: Carlos Henrique Goulart Árabe 

Edição: NEAD/ MDA 

Ano: 2008 

Resultado do projeto de pesquisa “A questão agrária e o desenvolvimento Nacional”, coordenado pelo professor Reginaldo Moraes e pelo pesquisador Carlos Henrique Árabe, a publicação interage com questões importantes levantadas em seminário de mesmo nome realizado em 2007. O estudo é dividido em duas partes, apresentando primeiramente a revisão crítica do debate sobre desenvolvimento e reforma agrária, e comentando os acontecimentos recentes relacionados à reforma agrária.  

 

Family Farming and the 2006 Brazilian Agriculture/ Livestock Census

Authorship: Caio Galvão de França, Mauro Eduardo Del Grossi, Vicente P. M. de Azevedo Marques

Edition: MDA 

Year: 2009

The present report intends to contribute to the full understanding of the results of 2006 Agriculture/Livestock Census and, in particular, of data on family farming, showed in the IBGE thematic report.

 

El Censo Agropecuario 2006 y la agricultura familiar en Brasil

Autoría: Caio Galvão de França, Mauro Eduardo Del Grossi, Vicente P. M. de Azevedo Marques

EdiciónMDA

Año2009

El presente texto tiene el objetivo de contribuir con el proceso de apropiación de los resultados del Censo Agropecuario 2006, y em particular, de los datos sobre la agricultura familiar, inaugurado por el cuaderno temático del IBGE.

 

Gênero, agricultura familiar e reforma agrária no Mercosul

Autoria: NEAD, AEGRE e Reaf – Mercosul 2006 

Edição: NEAD, AEGRE e Reaf – Mercosul 2006 

Ano: 2006 

Simboliza a união de forças e a ampliação do diálogo entre os países do bloco regional rumo ao levantamento e aprimoramento das políticas existentes para mulheres nessas nações. Os trabalhos apresentados na publicação constituem a base a partir da qual a Reunião Especializada em Agricultura Familiar (Reaf) deu início ao processo de análise das políticas públicas que definem o marco das diversas atividades desenvolvidas em prol da mulher no âmbito do Mercosul.

Estatísticas Rurais e a Economia Feminista: um olhar sobre o trabalho das mulheres

Autoria: Andrea Butto (org.), Alberto Di Sabbato, Hildete Pereira de Melo, Maria Rosa Lombardi, Nalu Faria 

Edição: Aegre, NEAD/ MDA 

Ano: 2009 

A presente publicação tem a organização de Andréa Butto e reúne três artigos que trabalham, através da literatura feminista, aspectos sócio-econômicos e dados estatísticos que envolvem o tema. A contribuição oferecida por este livro une perspectivas de dados estatísticos oficiais importantes e pouco valorizados à análises sócio-econômicas destas informações, inaugurando um importante olhar não somente nos estudos feministas, mas nas pesquisas sobre as condições femininas no meio rural. “Estatísticas Rurais e a Economia Feminista” reitera, assim, as ações da Assessoria Especial de Gênero, Raça e Etnia (Aegre) e Nead em relação à temática.

 

Função Social da Propriedade - Dimensões ambiental e trabalhista

Autoria: Joaquim Modesto Pinto Júnior e valdez Adriani Farias 

Edição: INCRA, NEAD/ MDA 

Ano: 2005 

Dá ciência à comunidade em geral, e em especial aos operadores jurídicos, da íntegra do Parecer Conjunto/CPALNP-CGAPJP/CJ/MDA/Nº11/2004 (VAF/JMPJ), da Consultoria Jurídica do Ministério do Desenvolvimento Agrário (CJ/MDA), de autoria do Procurador Federal Valdez Adriani Farias e do Advogado da União Joaquim Modesto Pinto Júnior.

 

Análise territorial da produção nos assentamentos

Autoria: Gerd Sparovek (coordenação), Alberto G. O. Pereira Barretto, Rodrigo Fernando Maule e Sérgio Paganini Martins

Edição: INCRA, NEAD/ MDA 

Ano: 2005 

A reforma agrária, como medida de fortalecimento da agricultura familiar, tem foco na geração de oportunidades onde estas são mais necessárias, priorizando ações para otimizar resultados. Este ensaio analisa alternativas de definição de prioridades com embasamento em análise territorial.

 

Assentamentos em Debate

Autoria: Caio Galvão de França e Gerd Sparovek (orgs.)

Edição: INCRA, NEAD/ MDA 

Ano: 2005 

Produzido a partir da análise dos dados e resultados da pesquisa "A qualidade dos assentamentos da reforma agrária brasileira", o livro "Assentamentos em Debate” abre espaço para um diálogo aberto sobre a reforma agrária e sobre os múltiplos olhares que podem ser lançados sobre o tema, por meio de textos críticos de 17 pesquisadores do mundo rural. Organizada por Gerd Sparovek e Caio Galvão de França, a publicação possui artigos que analisam a metodologia da pesquisa "A qualidade dos assentamentos da reforma agrária brasileira”; os programas de assentamentos rurais; aspectos polêmicos do estudo; a questão agrária do ponto de vista do jornalismo brasileiro; a questão ambiental; dentre outros diferentes aspectos.

 

Cirandas do Pronaf para mulheres

Autoria: Ministério do Desenvolvimento Agrário 

Edição: NEAD/ MDA 

Ano: 2005 

A publicação “Cirandas do Pronaf para mulheres” foi elaborada pelo Programa de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia (Ppigre), com a contribuição da Secretaria da Agricultura Familiar (SAF) e do pesquisador Nilson Weisheimer. Contém um capítulo que apresenta breve descrição da situação das mulheres rurais e das políticas públicas que o MDA desenvolve para enfrentar as desigualdades existentes entre homens e mulheres no campo. Em seguida, apresenta dados sobre a participação das mulheres no Pronaf, organizados por modalidade de região, e dados sobre o Pronaf Mulher, já na forma de linha especial, por região, agente financeiro, contatos e volumes operados. Descreve, também, os principais resultados das Cirandas.

 

Coexistência: o caso do milho

Autoria: Gilles Ferment, Magda Zanoni, Paulo Brack, Paulo Kageyama e Rubens Onofre Nodari 

Edição: NEAD/MDA 

Ano: 2009 

A publicação, elaborada por um conjunto de pesquisadores em Biossegurança envolvidos na análise de risco dos Organismos Geneticamente Modificados (OGM), recupera o debate sobre o Princípio da Precaução, ressalta o valor ecológico, cultural, social e econômico das sementes crioulas, tradicionais e locais de milho e mostra como a análise de risco e a própria biossegurança poderia ser adaptada nessa temática de coexistência, e da necessidade de avanços conceituais e de trabalhos. 

 

Dimensão, Magnitude e Localização das Populações Pobres no Brasil

Autoria: Fernando Gaiger Silveira, Alexandre Ywata de Carvalho, Carlos Roberto Azzoni, Bernardo Campolina, Antônio Ibarra

Edição: NEAD/ MDA 

Ano: 2006 

A pesquisa buscou mensurar as populações em situação de pobreza extrema no Brasil, utilizando métodos mais avançados e modernos dos que os atuais, e a partir do cruzamento de dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), da Amostra do Censo 2000, e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), todos do IBGE. O objetivo é melhor subsidiar os processos de formulação e aperfeiçoamento de políticas públicas e programas do governo.

 

Incra e os desafios para regularização dos territórios quilombolas: algumas experiências 

Autoria: Vários autores 

Edição: Incra, NEAD e Ppigre 

Ano: 2006 

Resultado de iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no sentido de refletir sobre os procedimentos de regularização dos territórios quilombolas, a partir dos marcos legais constituídos pela gestão do presidente Lula. Reúne artigos de técnicos, antropólogos(as) e juristas, com suas experiências em diferentes regiões do país.

 

Índices de rendimento da agropecuária brasileira 

Autoria: Pedro Ramos

Edição: INCRA, NEAD/ MDA 

Ano: 2006

A publicação sintetiza a história das discussões dos indicadores de eficiência do uso da terra e das explorações agropecuárias para o cumprimento da função social da propriedade fundiária no Brasil, como manda a Constituição Federal e a Lei Agrária.

 

Mercado de Terras no Brasil: estrutura e dinâmica

Autoria: Bastiaan Philip Reydon e Francisca Neide Maemura Cornélio (Orgs.)

Edição: NEAD/ MDA 

Ano: 2006 

Busca compreender os contrastes na esfera do acesso à terra no Brasil e evidencia a necessidade de uma regulação mais estrita do Estado sobre o mercado de terras nacional.

 

Mulheres na Reforma Agrária: a experiência recente no Brasil

Autoria: Adriana L. Lopes e Andrea Butto (orgs.)

Edição: Aegre/MDA, NEAD/MDA e Incra

Ano: 2008 

A publicação discute a evolução das políticas públicas relacionadas a gênero e desenvolvimento rural, epresenta estudos acadêmicos inéditos que analisam a participação da mulher no campo. Os artigos reunidos na publicação abordam aspectos fundiários, da produção, das relações familiares e das lutas dos movimentos sociais do campo, além de relacioná-los a políticas públicas. O esforço é problematizar a presença das mulheres na reforma agrária no Brasil e compreender melhor as mudanças pelas quais vem passando o meio rural, sob uma ótica de gênero. Organizadoras: Andrea Butto e Adriana Lopes.

 

O Censo 2006 e a reforma agrária: aspectos metodológicos e primeiros resultados

Autoria: Caio Galvão de França, Mauro Eduardo Del Grossi, Vicente P. M. de Azevedo Marques 

Edição: NEAD/ MDA

Ano: 2012 

A publicação delimita o universo dos beneficiários dos assentamentos da reforma agrária, destacando parâmetros como unidade de análise, origem do estabelecimento, condição do produtor em relação às suas terras, forma de obtenção das terras e localização dos projetos de assentamento. A partir dessa definição e da combinação de variáveis censitárias são apresentados dados quantitativos agregados e comparativos por unidade de federação, região e Brasil, situando esse universo em relação ao conjunto do setor agropecuário abordado no Censo 2006. 

 

Transgênicos para quem? Agricultura, Ciência, Sociedade

Autoria: Magda Zanoni e Gilles Ferment (organizadores)

Edição: NEAD/ MDA

Ano: 2011

Sob enfoque multidisciplinar, o livro abarca as dimensões agronômica, ecológica, cultural, social e política, indispensáveis a uma leitura mais ampla sobre os transgênicos. Em seus 33 artigos, assume a posição de que o debate não pode se restringir à problemática selecionada pela genética e pela biologia molecular como ciências dominantes. Para isso, foram reunidos textos de referência do debate europeu e brasileiro, oferecendo uma grande diversidade de análises e de pontos de vista de atores sociais: agricultores familiares, cientistas internacional e nacionalmente reconhecidos, estudantes, associações, cooperados, ativistas.

 

O censo agropecuário 2006 e a agricultura familiar no Brasil

Autoria: Caio Galvão de França, Mauro Eduardo Del Grossi, Vicente P. M. de Azevedo Marques

Edição: NEAD/ MDA

Ano: 2009 

O texto tem o objetivo de contribuir para o processo de compreensão e apropriação dos resultados do Censo Agropecuário 2006, divulgado pelo Instituto de Geografia e Estatística (IBGE) em setembro de 2009. Organizado em seis tópicos, a publicação aborda novidades tecnológicas e metodológicas do Censo 2006, e procura situar o debate sobre os resultados a partir da contextualização das transformações no setor rural. O livro resulta ao final em um retrato atual e contextualizado sobre a agricultura familiar.

 

Seminário sobre Proteção da Agrobiodiversidade e Direito dos Agricultores: Propostas para enfrentar a contaminação transgênica do milho – Atas, Discussões e Encaminhamentos

Autoria: Gabriel Fernandes ; Gilles Ferment ; Juliana Avanci (orgs.)

Edição: NEAD/ MDA 

Ano: 2010 

O livro reúne os debates levantados no Seminário sobre Proteção da Agrobiodiversidade e Direito dos Agricultores, que se realizou em agosto de 2009 no Paraná. Frente ao panorama atual, no qual 16 tipos de sementes transgênicas já foram liberadas, é essencial revelar os dados que demonstram o avanço do modelo do agronegócio e fortalecer o debate sobre o desenvolvimento sustentável. Para contribuir com esse objetivo, os organizadores reuniram as propostas apresentadas no seminário nesse livro, com informações sobre o cultivo de milho transgênico, dados da legislação brasileira de biossegurança, impactos ecológicos e uma carta política elaborada no final do seminário.

 

Transgênicos terapia genética células-tronco: questões para a ciência e para a sociedade

Autoria: Magda Zanoni (org.)

Edição: NEAD/ MDA 

Ano: 2004 

Apresenta coletânea de artigos sobre os organismos geneticamente modificados. Destaca preocupações referentes aos riscos alimentares, ambientais e para a saúde, e também questões relativas à dependência econômica e à propriedade intelectual do genoma. Aponta para a necessidade de estudos comparativos entre as quantidades de herbicidas acumuladas após o cultivo de plantas transgênicas e de plantas convencionais. Ressalta a necessidade de estudos sobre o aparecimento de resistência das ervas daninhas aos herbicidas, fenômeno já identificado em pesquisas após alguns anos de cultivo. Finaliza apresentando o alerta,dos especialistas das ciências sociais, para a extensão da responsabilidade dos cientistas e para a necessidade do controle social e público das pesquisas e destacam a importância de se modificar a visão sobre as técnicas contemporâneas e de se abordar a dimensão do descomedimento dos fenômenos.

 

Vale do Ribeira – Um ensaio para o desenvolvimento das comunidades rurais

Autoria: Vários autores. Organizado por Devancyr A. Romão

Edição: NEAD/ MDA 

Ano: 2006 

Busca subsidiar ações para o desenvolvimento sustentável da região, que fica no sul do estado de São Paulo, a partir do ecoturismo. Um grupo de pesquisadores se propõe a refletir sobre as especificidades da região e questões ambientais, incluindo a população local no processo.

 
Ir para o Topo