Notícias

Às margens da rodovia RO-133, no município de Vale do Anari, em Rondônia, uma família se dedica à pecuária leiteira há 30 anos. Ao longo do tempo, para seguir produzindo e garantindo o sustento familiar, alguns investimentos se fizeram necessários, mas foi um deles que alavancou os negócios: com recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), a família adquiriu 39 matrizes leiteiras, compradas na cidade de Rio Verde, em Goiás. Desde a aquisição, eles conseguiram quadriplicar a produção de leite.
Os trabalhos para solucionar os conflitos agrários em Rondônia continuam. Na última semana, o Grupo de Trabalho (GT) do Programa Terra Legal se reuniu, em Brasília, para prosseguir com as ações nessa área. O GT é composto por equipes técnica e jurídica, e este foi o terceiro encontro para alinhar as atividades planejadas no início do ano. Foram selecionadas 106 áreas no território rondoniense que necessitam de intervenção. A princípio, o GT visitará 10 delas para dar início à força tarefa in loco. 
Três dias de contatos, conversas e de prospecção de negócios para a agricultura familiar, que chegarão a R$ 7,2 milhões nos próximos 12 meses. A Saitex – Feira Internacional da África do Sul chega ao fim com um saldo positivo da participação brasileira no evento. Ao todo, foram feitos 203 contatos, sendo 75 de relevância para futuros negócios.
Famílias de uma comunidade quilombola do Pará, que recebem Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), foram beneficiadas neste mês de junho com a primeira parcela, no valor de R$1,4 mil, de um aporte financeiro adquirido por meio de chamada pública no âmbito do Plano Brasil Sem Miséria, programa desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).
Durante a agenda na África do Sul, o secretário da Sead, José Ricardo Roseno, se reuniu, na tarde desta terça-feira (26), com representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário da África do Sul e do Corpo do Serviço Nacional da Juventude Rural - Desenvolvimento Rural e Reforma Agrária do país. O objetivo foi promover um intercâmbio de conhecimento em políticas públicas.
De pesquisador a produtor de chocolate. Essa foi a trajetória do mestre em sustentabilidade da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Artur Coimbra. Ele trocou o centro universitário por uma pequena fábrica, em Manaus. Um dos motivos foi o baixo custo produtivo do fruto. Ao usar sistemas agroflorestais, a cacauicultura tornou-se uma boa alternativa para o desenvolvimento sustentável na Amazônia.
Preocupadas com o meio ambiente e com o objetivo de melhorar a comercialização de seus produtos, agricultoras familiares  estão investindo em agroecologia no interior do Pará, em Igarapé Miri.
O primeiro dia da Saitex - Feira Internacional da África do Sul, neste domingo (25), foi um dia produtivo para a agricultura familiar brasileira. Os oito empreendimentos que estão no país com o apoio da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) puderam ter contato com outros nichos de mercado e principalmente buscar informações sobre produtos orgânicos consumidos no país. Para veteranos e novatos presentes no evento, o dia foi de experiências positivas e contatos para a prospecção de vendas.
No mês de junho, a iniciativa do Governo que georreferencia, regulariza e destina terras públicas federais na região amazônica do Brasil completa oito anos de existência. Trata-se do Programa Terra Legal, que surgiu em 2009 pela Lei 11.952, em caráter extraordinário, mas que a partir da aprovação da MP 759 (leia mais aqui), tornou-se uma política permanente de regularização fundiária. 
O Sistema de Cooperativas de Crédito Rural com Interação Solidária Cresol Central SC/RS realizou o IV Fórum do Crédito Rural nos dias 21 e 22 de junho, em Chapecó (SC). Com a participação de representantes da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), o evento reuniu cerca de 150 participantes entre diretores, coordenadores de crédito das cooperativas e parceiros do Sistema Cresol. 
A preparação para a Saitex - Feira Internacional da África do Sul começou. A feira é considerada o maior evento de negócios multissetorial do continente africano, acontece entre os dias 25 e 27 de junho, em Johannesburg, e terá a participação da agricultura familiar brasileira, com apoio da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead). Nesta sexta-feira (23), a comitiva da Sead, com os agricultores familiares e consultores da pasta, fez visita técnica a uma empresa especializada em maquinários para moer grãos.
A Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário do Rio de Janeiro (DFDA-RJ) participou da 12ª edição do Seminário sobre Segurança Alimentar e Nutricional e o Programa Nacional de Aquisição de Alimentos (PAA), realizada pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), em parceria com o Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) e a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), nos dias 21 e 22 de junho, na capital fluminense.
O Plano Safra 2017/2020 renova o compromisso da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) de fortalecer o trabalho dos agricultores familiares.
A manhã dessa quinta-feira (22) foi de comemoração para os agricultores familiares de Sergipe. Em Campo do Brito, o governo do estado e autoridades do município, junto com a comunidade, assinaram o termo de adesão ao Garantia-Safra, que irá beneficiar os agricultores que sofrem com a seca na região. O evento contou ainda com a participação da Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário (DFDA) da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead). 
Nascido na cidade de Ilha Grande, no Piauí, onde a tradição é ser agricultor ou pescador, Valdir Silva de Castro, de 27 anos, vive o universo da agricultura familiar desde que se entende por gente. Quando criança, aprendeu com os pais, Maria Perpetua e Antônio de Castro, as práticas da plantação e da pesca. O interesse pela produção rural infelizmente não costuma ser tão recorrente nessa faixa etária, no entanto, o perfil de Valdir revela possibilidades valiosas de sucessão rural: o fortalecimento da comunidade e das tradições familiares.

Páginas

Ir para o Topo