Notícias

Estimular a modernização produtiva das propriedades familiares. Com este objetivo o programa Mais Alimentos do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) foi ampliado, em 2015. O ano registrou a conclusão de acordos inéditos para a inclusão de mais máquinas e equipamentos agrícolas, que poderão ser financiados com condições de crédito diferenciadas do mercado.O Mais Alimentos é uma linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) destinada à infraestrutura.
Teve início, oficialmente, nesta quarta-feira (10), mais uma edição da Biofach. O evento, realizado em Nuremberg, na Alemanha, é a maior feira de alimentos orgânicos e produção sustentável do mundo.  Até o próximo sábado (13), os trabalhos de oito empreendimentos de agricultores familiares brasileiros estarão expostos no estande do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Café, mel, amêndoas de cacau, castanha do Brasil, polpas e sucos concentrados de frutas são alguns dos itens que vão representar a produção orgânica brasileira, durante o evento.
A prioridade do governo federal no combate ao mosquito Aedes aegypti foi reafirmada pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, nesta sexta-feira (5). Em evento em Minas Gerais, ele chamou a população a tomar cuidados para evitar a proliferação do inseto que transmite os vírus da Dengue, Chikungunya e Zika. E falou sobre a campanha: ‘Se o mosquito da dengue pode matar, ele não pode nascer’.
A criação de suínos ao ar livre é uma alternativa econômica que assentados catarinenses têm apostado para diversificar a produção nas suas propriedades familiares. Para incentivar esse tipo de produção, que favorece o bem estar do animal e possui mercado em expansão, a equipe de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) em Calmon, no Planalto Norte Catarinense, implantou uma unidade demonstrativa do Sistema Intensivo de Suínos Criados ao Ar Livre (Siscal) no assentamento Putinga.
Agricultores familiares que cultivam babaçu, borracha, cacau, cana-de-açúcar, feijão caupi, mandioca, trigo e triticale contam, este mês, contarão com o bônus do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) para os financiamentos destas oito culturas. A portaria foi publicada nesta sexta-feira (5), no Diário Oficial da União (DOU).
A agricultura familiar brasileira estará presente mais uma vez na Biofach – considerada a maior feira de alimentos orgânicos e produção sustentável do mundo.  De 10 a 13 de fevereiro, o público do evento vai poder conferir o trabalho de oito empreendimentos localizados nas regiões Sul, Sudeste, Norte e Nordeste do país. Ao todo, mais de seis mil famílias serão representadas na Alemanha.
Politica dirigida para o semiárido brasileiro, investimento na educação do campo e o reforço dos Territórios da Cidadania com a instituição de rotas produtivas territoriais estão entre as metas para 2016 da SDT.O desenvolvimento territorial é um dos três objetivos estratégicos do MDA para o período 2015 – 2018, junto com a Agricultura Familiar e a Reforma Agrária. Qual a importância do Desenvolvimento Territorial para a política agrária?
Na Metade Sul do Rio Grande do Sul, em Canguçu, veículos e equipamentos foram entregues, nesta quinta-feira (4), pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias. Com investimento do governo federal de aproximadamente R$ 255 mil, a aquisição dos itens busca fortalecer ainda mais a agricultura familiar deste Território da Cidadania. A ação vai beneficiar mais de 600 famílias de agricultores nos municípios de Arroio do Padre, Canguçu, Capão do Leão, Cerrito, Morro Redondo, Pelotas e Piratini.
A fim de aproximar ainda mais as políticas públicas das comunidades rurais e conhecer o trabalho desenvolvido na Zona Sul do Rio Grande do Sul, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, se reuniu nesta quarta-feira (3) com membros do colegiado territorial da região. O encontro, que faz parte da ação ‘Territórios em Foco’, ocorreu nas instalações do Centro de Capacitação de Agricultores Familiares (Cecaf), na Estação Experimental Cascata da Embrapa Clima Temperado, em Pelotas (RS).
Para o agricultor a semente é fundamental. Em algumas culturas é sagrada. E, para as famílias do assentamento Roça Nova, em Candiota (RS), fonte de vida e renda. E para ver de perto a experiência da cooperativa Bionatur Sementes Agroecológicas, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, foi ao local, dando início a sua sétima visita do projeto ‘Territórios em Foco’.
Para conhecer a experiência de desenvolvimento regional implementada em localidades da Zona Sul do Rio Grande do Sul, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, esteve reunido nesta terça-feira (2), em Bagé (RS), no campus da Universidade Federal do Pampa, com prefeitos, lideranças e produtores rurais de 18 municípios gaúchos. No encontro, temas como: o fortalecimento da agricultura familiar, em especial da cadeia leiteira e da ovinocultura, e o consórcio de desenvolvimento do pampa gaúcho, ganharam destaque. 
Preocupado com a eficiência da gestão e economia dos cofres públicos o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) aderiu ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI). O sistema é uma ferramenta de gestão de documentos eletrônicos com práticas inovadoras de trabalho, interface intuitiva e orientada ao aumento da produtividade, arquitetura de software bem definida e compatibilidade com diversos ambientes operacionais.
O Ministério do Desenvolvimento Agrário vai desenvolver ações especificas para o desenvolvimento social e econômico dos territórios localizados no semiárido brasileiro. “O semiárido brasileiro possui quase a metade dos agricultores familiares no Brasil e, no entanto, é onde ocorre o mais baixo acesso às políticas de crédito. É uma região bastante desafiadora pelas questões climáticas e pela estrutura fundiária”, explica o secretário de Desenvolvimento Territorial (SDT/MDA), Humberto Oliveira.
Na última semana, o ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), participou de uma série de reuniões no Campus Parnaíba da Universidade Federal do Piauí. Os encontros foram para consolidar a metodologia, projeto político-pedagógico e operacional do curso de especialização em Gestão de Políticas para o Desenvolvimento Rural Sustentável, que deverá ser oferecido até o fim do ano, para servidores efetivos.
O ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 2014, o indiano Kailash Satyarthi, relatou ao ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, e a diretores da pasta, sua luta contra o trabalho infantil na Índia, durante visita ao MDA, nesta segunda-feira (1º). O ativista se reuniu com o grupo, a fim de trocar experiências sobre as políticas públicas voltadas para agricultura familiar e reforma agrária.

Páginas

Ir para o Topo